Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Holidays In The Sun

Um velho Punk que ainda anda pelas tascas a dar cabo do fígado. Futebol não foda-se, Surf rules! Pin-ups roliças e Rock´n roll!!

Holidays In The Sun

Um velho Punk que ainda anda pelas tascas a dar cabo do fígado. Futebol não foda-se, Surf rules! Pin-ups roliças e Rock´n roll!!

27
Mai19

Os sinos da Igreja

Holidaysinthesun

Este fim de semana não começou nada mal. Aceitei o convite de uma amiga para visitar a terra natal dela. Vila bem conhecida perto do Douro Internacional. Uma longa viagem até Trás os Montes . Ela restaurou uma casa bastante antiga. A modernidade e a tecnologia no interior contrasta agora com o exterior original em pedra, um mimo. Terra simpática e gente boa. O cheio a lareira é constante, fica a impressão que todas as casas são confotáveis. O badalar dos sinos da igreja dão um toque medieval à vila. Casas em pedras ruas em predra, mas aqui e ali alguns mamarrachos construidos por gente oportunista ou com gosto duvidoso. Ora a minha amiga tem lá um grupo de amigos bastante curioso... uns intelectuais que vivem em Lisboa ou no Porto mas passam ali na terra os fins de semana. O local de encontro costuma ser um dos café mais frequentados da vila. Ora como disse o grupo é bastante curioso, uns rapazolas vestidos com camisas de flanela, alguns com suspensórios, boina à agricultor e botinha de pele comprada nas feiras da zona. Elas hippie-chique, charmosas mas com tiques à tia da linha de cascais. Roupagens só para usar aqui na provincia. Doutores e engenheiros que carregam energias na santa terrinha. Domingo de manhã o encontro para o cafézinho, escolhe-se uma mesa, o grupo está completo. Sento-me  confortável e disfruto o café enquanto pelo canto do olho admiro uma perna que a racha de  um vestido deixa mostrar, pertence à  mais sensual do grupo. O assunto da conversa são os Dead can Dance e os concertos geniais que eles deram durante a semana em Portugal. De repente ouço uma frase que me deixa furibundo " já assinaram a petição para acabar com o maldito barulho dos sinos? " não acredito no que estou a ouvir e tento saber pormenores... a maioria do grupo assina! levanto-me peço a chave de casa à minha amiga, vou fazer a mala e regressar a Lisboa. Não tenho paciencia para esta merda de gente. Eu sei que tenho mau feitio. Volto ao café para entregar a chave e regresso a Lisboa mais cedo ainda a tempo de votar. Talvez ao principio alguns não tenham percebido a minha brusca decisão, mas eu já esclareci a minha amiga. Se a petição não calar os sinos lá voltarei brevemente

23
Mai19

Não gosto de graffitis, mas há cenas...

Holidaysinthesun

 

Para mim, quem anda a graffitar paredes, estações de comboios, edificios históricos, etc. não passa de gente triste, frustada, egoista e com a tola atrofiada, mas depois aparece isto que me faz pensar que afinal há o outro lado.

60605963_2063846250576301_2753464960364314624_n.jp

 

22
Mai19

Elevador da Bica

Holidaysinthesun

Tantos trambolhões que dei enquanto descia a correr por ali abaixo quando era puto. A minha mãe mandava-me à retrosarias da Baixa com  recados escritos. Ia pelo percurso mais longo. Naquele tempo não era perigoso a gaiatada andar  na rua horas e horas... Por vezes passeava pela Praça da Ribeira ou ia espreitar os comboios logo ali no Cais do Sodré. Nesse tempo a Praça da Ribeira era bem diferente. Hortaliça, legumes, flores, peixe, coelhos, galinhas... era  o que se vendia por lá. Muito diferente do que é hoje. Uma vez comprei um hamster na Ribeira, havia uma loja no primeiro andar que os vendia, isto no fim dos anos setenta. Lembro-me perfeitamente, o vendedor colocou-o num cartucho de papel idêntico aos que se utilizava também para o açucar por exemplo. Demorei tanto a subir a Rua da Bica que quando cheguei a casa já ia com o bicho dentro do bolso, pois tinha roido o cartucho todo. Devia ter subido no elevador.

jennifer wu_fickr.jpg

Foto: Jennifer Wu (fickr)

19
Mai19

A noite ontem...

Holidaysinthesun

Ontem perdi a festa do Benfica, perdi o festival da canção... ou foi só uma eliminatória? perdi o Rolando Bruno na festa da Groovy Records. Tudo por causa de uns encontros que tive ao jantar. Foram eles, um Pera Manca tinto de 2010, e umas belas aguardentes velhas. Já não tenho idade para estes abusos.  Bahhhhh!!!! claro que não perdi, não gosto de futebol nem do Festival da canção, mas devia ter ido à festa da Groovy. Hoje acordei com a boca a saber a papelinhos de musica 

16
Mai19

Devoções

Holidaysinthesun

Algumas casas antigas em Lisboa têm altares ou pequenas capelas. A minha tem uma pequena capela, que foi usada pela minha avó e mais tarde pela minha mãe,  eram ambas bastante devotas. Os meus pais tinham uns amigos que moravam em Marvila, mais concretamente no Pateo Marilva, numa casa bastante antiga que tinha um pequeno altar cheio de santinhos e velas acesas. É claro que nunca achei graça ao facto de a nossa casa ser frequentada por beatas irritantes. Berta era excepção. Era uma senhora simpática baixinha e gorduchinha com uma  cintura de vespa, com o penteado volumoso caracteristico dos anos setenta.  O cheiro do perfume acentuava-lhe o charme. Tinha talvez cinquenta anos de idade. Se bem me lembro o marido tinha falecido há muitos anos na guerra do ultramar,  nunca mais casou. Quando nos visitava e me dava dois beijos na cara, apertava-me contra o enorme peito dela. Tinha eu talvez uns quatorze anos. Lembro-me perfeitamente como eu ansiava por aquele momento,  sentir o soutien ou o corpete por baixo da roupa dela. Por vezes  eu tocava-lhe com um ar de inocente disfarçando a excitação. nunca me tinha acontecido nada daquilo e eu tinha a consciência de que  algo estava a mudar em mim.  Tinha por hábito oferecer-me chocolates Regina. Talvez vos volte a falar da dona Berta, mas voltemos ao assunto.... a capela. Hoje já não é capela. A figura da santa oferecio-a à minha tia, mantenho o Santo António que segundo me disseram é bastante valioso. A capela é,  onde agora guardo os meus discos e livros. Posso dizer que é um lugar de culto, o culto do vinil

Pág. 1/2

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blogs Portugal

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D